Os conteúdos aqui seleccionados são exclusivos para assinantes PGLOBAL

Assine já

O PGLOBAL está incluído na assinatura PÚBLICO.

Já é assinante? Inicie sessão aqui

Dos “conflitos” à “falta de idoneidade”: os argumentos da acção que quer travar Centeno

Iniciativa Liberal afirma que se Centeno for a governador terá de “ponderar conflitos de interesse”, do Novo Banco à CGD: ou toma decisões e gera a dúvida sobre a sua independência; ou não as toma e a sua acção é ineficaz. Conclusão: tem “falta de idoneidade”.

economia,ministerio-financas,carlos-costa,banca,banco-portugal,governo,
Foto
Centeno foi proposto governador dias depois de deixar de ser ministro pelo sucessor e seu ex-secretário de Estado, João Leão Francisco Romão Pereira