Os conteúdos aqui seleccionados são exclusivos para assinantes PGLOBAL

Junte-se já a esta comunidade por apenas 19,90€ por ano.

Assine já

O PGLOBAL está incluído na assinatura PÚBLICO.

Já é assinante? Inicie sessão aqui

Testemunhas ouviram insultos racistas contra Bruno Candé. “Tenho armas do Ultramar e vou-te matar”

Assassinato ocorreu em plena Avenida de Moscavide, no sábado. Na quarta-feira, vários comerciantes da zona ouviram Bruno Candé ser alvo de insultos racistas proferidos pelo arguido, que terá também ameaçado matá-lo. Homem de 76 anos ficou em prisão preventiva, por homicídio qualificado e posse de arma ilegal.

loures,racismo,sociedade,casa-pia,psp,crime,
Fotogaleria
A família recorda Bruno Candé em casa Diogo Ventura
loures,racismo,sociedade,casa-pia,psp,crime,
Fotogaleria
Diogo Ventura
loures,racismo,sociedade,casa-pia,psp,crime,
Fotogaleria
As irmãs de Bruno Candé e a sobrinha Diogo Ventura
loures,racismo,sociedade,casa-pia,psp,crime,
Fotogaleria
Diogo Ventura
loures,racismo,sociedade,casa-pia,psp,crime,
Fotogaleria
O local onde Bruno Candé foi morto a tiro Diogo Ventura
loures,racismo,sociedade,casa-pia,psp,crime,
Fotogaleria
Diogo Ventura
loures,racismo,sociedade,casa-pia,psp,crime,
Fotogaleria
Diogo Ventura
loures,racismo,sociedade,casa-pia,psp,crime,
Fotogaleria
Diogo Ventura