Os conteúdos aqui seleccionados são exclusivos para assinantes PGLOBAL

Assine já

O PGLOBAL está incluído na assinatura PÚBLICO.

Já é assinante? Inicie sessão aqui

Está a nascer uma arca de Noé com corais de todo o mundo

Na Austrália, começaram a ser recolhidos fragmentos de corais para se formar um biobanco com 800 espécies de todo o mundo. O grande objectivo é guardar e preservar a biodiversidade ameaçada que ainda existe – antes que seja demasiado tarde. Também se espera construir um edifício que seja a sede desta grande arca de Noé.

conservacao-natureza,biodiversidade,alteracoes-climaticas,oceanos,investigacao-cientifica,biologia,
Fotogaleria
Projecto do futuro edifício do biobanco de corais na Austrália Great Barrier Reef Legacy
conservacao-natureza,biodiversidade,alteracoes-climaticas,oceanos,investigacao-cientifica,biologia,
Fotogaleria
Corais que irão para as instalações provisórias do biobanco Great Barrier Reef Legacy,Great Barrier Reef Legacy
conservacao-natureza,biodiversidade,alteracoes-climaticas,oceanos,investigacao-cientifica,biologia,
Fotogaleria
Momentos antes de serem retirados fragmentos a estes corais Great Barrier Reef Legacy
conservacao-natureza,biodiversidade,alteracoes-climaticas,oceanos,investigacao-cientifica,biologia,
Fotogaleria
Fragmentos de corais prontos a entrar na colecção do biobanco: estão “colados” numa base com um microchip, que recolherá informação sobre eles Great Barrier Reef Legacy